Especialista revela erros comum em relacionamentos amorosos

Diga-se de passagem que todos nós cometemos erros, e certamente você já cometeu alguns desses em seus relacionamentos. Confira:


O ato de se relacionar com os outros indivíduos é muito difícil, já que cada pessoa é diferente uma da outra, isso não seria e nem é diferente em um relacionamento, pode ser muito pior, já que a convivência diária acaba se tornando chata. 

Com essa convivência é impossível não cometer alguns erros, afinal somos humanos, foi pensando nisso que o site de relacionamentos  Meu Rubi fez uma lista de alguns erros comuns que podem minar o relacionamento e a convivência. 

  • Depender do seu parceiro para tudo:

Algumas exigências podem ser difíceis de cumprir, o que não significa que ele não ama você, isso simplesmente acontece porque o seu parceiro não precisa ser tudo e o tempo todo para você. Lembre-se que o parceiro tem vida fora do relacionamento também. 

  • Não respeitar a privacidade:

Prender muito o companheiro, não deixar com que tenha uma vida além do relacionamento, pode ser um dos erros que mais afetam um relacionamento. Isso porque o outro tem que ter o espaço dele para ser feliz também, ofereça um tempo sozinho, deixe-o mais livre para fazer o que curte, lembrando que você também necessidade de um tempo para você e sua individualidade. 

  • Ocultar as fraquezas: 

Às vezes pensamos que ocultar nossas dificuldades e fraquezas faz com que o outro nos ame mais, mas é outro erro que pode afetar, devemos nos mostrar desde o início para que o relacionamento flua de forma leve. 

  • Se perder na rotina: 

Deixar que a rotina vença pode ser um obstáculo e tanto e um dos piores erros, segundo Suely Buriasco, especialista em conflitos amorosos. “A rotina mina qualquer relação amorosa, isso porque acaba se torna sem expectativas, o casal fica sem perspectiva e acabam se estressando um com o outro”, afirma Suely.

É legal que o casal faça coisas que o deixam felizes juntos, uma viagem, um passeio divertido, um presente inesperado, entre outras coisas que podem ajudar a sair da monotonia. 

  • Falta de comunicação: 

Isso acontece muito nos relacionamentos, a maioria oculta o que está sentindo e não se abre com o parceiro, e na tentativa do outro analisar no que está pensando ou sentindo, cria paranóias e gera sofrimento. É muito mais bonito e agradável você se comunicar e tentar ser aberta a isso, do que esconder e mostra que você confia no seu companheiro. 

  • Críticas em excesso e desconstrutivas: 

Quando as coisas que você faz passa a ser motivo de somente críticas para o outro, você acaba desmotivado a se relacionar com aquela pessoas, já que tudo que você faz não é bom ou legal. É bom procurar elogiar o outro e ajudar a achar o melhor caminho. 

  • Passividade e falta de interesse: 

Segundo Suely, a falta de interesse e a dificuldade de demonstrar sentimentos gera um grande vazio na relação, fazendo com que o parceiro não se sinta amado, desejado, querido. É por isso que o relacionamento esfria e acaba muitas vezes sendo motivo de separação.

Diante de tudo que foi exposto, é importante que se faça uma análise do seu comportamento, de tudo que aflige e que pode ser motivo para uma suposta briga e até mesmo separação. Não devemos cobrar do outro aquilo que não tem em nós mesmos.